Aniversário de Salvador - Projeto Minha Cidade

PROJETO MINHA CIDADE

Objetivos:

• Proporcionar ao aluno o conhecimento das ruas, e dos bairros da cidade em que mora.

• Observar e registrar informações dos elementos encontrados durante a pesquisa sobre a cidade dele: nomes de ruas, edifícios municipais, igrejas, praças etc.

• Identificar as modificações ocorridas na paisagem pela ação do trabalho das pessoas através do tempo.

• Conhecer a história e os principais pontos turísticos da cidade onde ele mora.

Temas transversais

Ética: Uso e valorização do diálogo como instrumento para esclarecer os conteúdos. Trabalho coletivo e compartilhamento de descobertas.

Meio ambiente: conhecimento e comparação da natureza e comparar a natureza da paisagem local e de outros lugares e observação dos aspectos estéticos da região da escola. As principais características do ambiente e/ou paisagem da região em que fica a escola.

Saúde: Diferenças entre ambientes preservados e degradados: preservação e conservação da cidade.

Pluralidade cultural: Diferentes formas de transmissão de conhecimento sobre a cultura e a formação da população do lugar em estudo.

Cidadania: direitos e deveres individuais e coletivos.

Material a ser utilizado

• Sucatas: papéis coloridos, copinhos e canudos de plástico, caixinhas de papelão, palitos de sorvete, etc.

• Cartolinas, canetas, colas, tesouras, fita adesiva para as maquetes.

• Caderno ou papel e lápis para anotações.

• Pesquisa sobre a história do nome da cidade.

• Fotos da cidade.

Procedimentos

Primeira etapa

Sensibilização. Proponha um debate sobre:

• O que o aluno admira na cidade dele?

• O surgimento da cidade dele.

• A origem do nome da cidade.

Segunda etapa

Organize um passeio pelo centro e pelos pontos turísticos da cidade. Cada aluno deverá levar uma folha e um lápis para registrar as observações. Observem se existem lojas, bancos, padarias, farmácias etc. Há praças, jardins, pontes, monumentos?



Peça-lhes para verificarem se há sinais de trânsito (semáforos, placas, faixa para pedestres nas ruas), telefones públicos, meios de transporte? Quais?



Através da observação, questione-os com perguntas, para que comparem, formulem hipóteses e identifiquem que tipos de construção, avenidas e serviços públicos eles encon

Autor desconhecido

Projeto Água

PROJETO ÁGUA
A vida na água



OBJETIVOS: conhecer diferentes tipos de seres que vivem na água. Conscientizar- se do papel do homem na preservação dos rios, lagos e mares

COMO SURGIU O TEMA? Durante o 1ª semestre, os alunos do Pré, desenvolveram o projeto: "A ÁGUA E SUA IMPORTÂNCIA PARA A NOSSA VIDA". Neste percurso, descobriram que: NA ÁGUA EXISTE MUITA VIDA !

E QUISERAM DESCOBRIR MAIS:
• Que tipos de peixes e plantas existem na água?

• Como os peixes nascem?

• Como os peixes respiram?

• Tudo o que vive na água sabe nadar?

• O que os animais que vivem na água comem?


COMO CAMINHAMOS ?

• Os alunos do pré retomaram os estudos do semestre anterior e repartiram o conhecimento construído com os alunos do jardim.

• Pesquisas em livros, revistas, vídeos, cds, sobre os diversos tipos de plantas e animais que vivem na água.

• Visita à loja de peixes e escolha do tipo de peixe para colocar no aquário a ser montado em sala de aula.

O peixe escolhido foi o lebiste, devido ser também encontrado nos rios da região, ser predador natural das larvas de mosquito (inclusive o da dengue) e por reproduzir rapidamente e em grande quantidade.


CONTEÚDOS UTILIZADOS NO DESENVOLVIMENTO DO PROJETO



LIBERANDO A EXPRESSÃO

possibilidade de expressar o conhecimento construído através de:

• fala, mímica, dramatização;

• modelagem, pintura, dobraduras;

• desenho, escrita;

• elaboração de relatórios;

• criação de poesias e cantigas.

MATEMATICANDO A VIDA

Para resolver os nossos problemas e compreender as nossas descobertas, tivemos que buscar ajuda na matemática:

• contagem numérica

• as quatro operações

• medidas de comprimento

• medidas de capacidade

• noções de espaço

DESCOBRINDO A NATUREZA



Conhecemos diversos tipos de plantas e animais que vivem na água e aprendemos muita coisa sobre eles:

• características

• habitat

• utilidade

• reprodução

• alimentação

• locomoção



ENTENDENDO O HOJE NO TEMPO E NO ESPAÇO



compreendemos as diferença da vida na água:

• nos dias de hoje e antigamente

• nos lagos, rios e oceanos

aprendemos que as pessoas são responsáveis pela preservação da vida na água



SITUAÇÕES SIGNIFICATIVAS DURANTE O DESENVOLVIMENTO DO PROJETO

1. CONSTRUÇÃO DO PAINEL "A VIDA NA ÁGUA"

2. MEDIDA DE COMPRIMENTO: Utilizando palitos de picolé, foram medidos os seis aquários existentes na sala de aula.

3. O nascimento dos filhotes dos Lebistes e a preocupação das crianças em separá-los da mãe para que não fossem devorados.

4. A descoberta dos "Poliquetas", minúsculos animais marinhos que vieram despercebidos, juntamente com as pedras e algas trazidos da praia.

5. A constatação de que a nossa estrela do mar tem seis pontas, considerando que todas as demais observadas no mar possuíam apenas cinco pontas.

6. A tristeza pelo desaparecimento de alguns espécimes, que serviram de alimento para outros. As anêmonas comeram os cavalos-marinhos; a ostra e os mariscos serviram de alimento para a estrela do mar.

7. A identificação dos machos e fêmeas dos filhotes de Lebistes.

8. A conscientização da necessidade de devolver o "Pepino do Mar" ao seu lugar de origem, uma vez que o mesmo produzia muita "sujeira" dentro do aquário.

9. A observação constante que as crianças fazem da vida existente em nossos aquários e a relação que estabelecem com as observações que fazem fora da escola: nas lagoas em suas casas, no rio que passa pelo bairro e nos passeios à praia com seu familiares.

10. Elaboração de um livro de poesias para os nossos amigos que vivem na água.

11. Criação de histórias sobre o nosso relacionamento com os animais que vivem na água.


Autor desconhecido ( Recebi por email)

Projeto Dia do Livro

Projeto: Montagem de uma peça teatral a partir da leitura de uma história.

Título do projeto: Quando a história leva à fantasia e a fantasia à representação.

Tema: Dia Nacional do Livro Infantil (18 de abril – data do nascimento de Monteiro Lobato).

Duração do projeto: aproximadamente um mês.

Projeto interdisciplinar: Língua Portuguesa, História, Geografia, Arte, Dramatização, Música e Informática.
Discuta com os alunos a elaboração do projeto. Converse sobre os temas que serão desenvolvidos:

• O papel da literatura infantil e a importância de escritores de literatura infantil, como Monteiro Lobato.
• A biografia de Monteiro Lobato – Recomende que explorem e busquem informações interessantes sobre Monteiro Lobato.
• Ressalte a necessidade do envolvimento de todos na elaboração do projeto, na responsabilidade de cada um e qual será o produto final.



Etapas do projeto

1. A escolha do livro deve ser feita de forma cuidadosa, pelo professor, com a ajuda dos professores de Arte e Música. (O livro não precisa necessariamente ser de Monteiro Lobato.) Veja no site do IBEP-Nacional, www.ibep-nacional.com.br, alguns livros paradidáticos.

2. Apresentação do livro para os alunos.

3. Antecipação, com os alunos, do enredo e tipo de história, analisando o título, o nome do autor, as imagens do livro.

4. Leitura compartilhada da história – leitura modeladora – realizada pela professora da classe, com comentários sobre a capa do livro, o título, o nome do autor ou autores, o nome do ilustrador, as imagens do livro, a quantidade de páginas, o tipo de letra, as informações da contracapa etc.
A leitura deve ser feita de forma interativa, para dar oportunidade ao professor ou aos alunos, ocasionalmente, de tecerem comentários sobre o enredo e o comportamento das personagens, o que intensifica o envolvimento com a história.

5. Reescrita da história pelos alunos da classe. O texto coletivo é escrito na lousa pelo professor. Os alunos copiam esse texto no caderno.

6. Montagem de um pequeno livro, individual, com desenhos e textos do aluno, recontando todas as etapas da história.

7. Se possível, leitura ou comentário de outros livros que contam uma história semelhante ou que tratam do mesmo tema.

8. A preparação para a representação da história deverá contar com a colaboração de todos para a escolha dos papéis e das músicas, para a confecção das fantasias, do cenário. De alguma forma, todos os alunos da classe deverão participar da peça.

9. Apresentação da história, dramatizada pelos alunos, no auditório do colégio ou mesmo em um palco improvisado no pátio.

Justificativa

1. Trata-se de uma atividade altamente lúdica, multidisciplinar, que envolve toda a classe.
2. Exercita o pensamento simbólico no jogo do faz-de-conta.
3. Contribui para o crescimento pessoal, pois as crianças se defrontam com vários desafios.
4. Faculta a aquisição de conhecimentos variados, decorrentes da própria realização das tarefas.
5. As atividades são lúdicas, contextualizadas e muito significativas.
6. Oportuniza a ampliação do vocabulário. Melhora a oratória e a pronúncia das palavras.
7. Desenvolve habilidades, sensibilidade musical, ritmo, desenho, conhecimento do mundo, expressão corporal, atenção e concentração.

Apresentação
Livro individual com capa desenhada, ilustrado e reescrito pelo aluno.
Apresentação da peça para os convidados (pais, outras classes ou anos).

Observações
Este projeto pode ser realizado nos anos iniciais do Ensino Fundamental I.
A escolha do livro e as atividades deverão ser adaptadas à faixa etária dos alunos, e podem sofrer variações conforme o envolvimento e o desempenho deles.
As etapas e as atividades descritas servem como sugestões. Entretanto, as professoras deverão adaptá-las e enriquecê-las de acordo com o ritmo da classe, a disponibilidade de tempo, espaços, materiais e o plano geral do colégio.


Eu Gosto

15 de março - dia do circo