Criança adiantada na escola,nem sempre é bom pra ela

Adiantar um aluno porque é precoce em algumas áreas, pode ser motivo de orgulho para os pais, e até mesmo para a escola, porém nem sempre é bom para a criança, em alguns casos, podem até causar traumas irreparáveis, que vão prejudicá-la  pelo resto da vida.Quando se trata de aprender, adiantar nem sempre é lucro. Pelo contrário. Muitas crianças e adolescentes, mesmo sendo inteligentes e capazes, apresentam problemas no desempenho acadêmico devido a estarem cronologicamente adiantados. A impressão que passam é que estão no lugar errado, enfrentando exigências pedagógicas que vão além de sua maturidade.

Eles ficam bastante angustiados com isso, o que é estimulado pelas escolas – de que se deve aprender as coisas cada vez mais cedo. Diminui-se o tempo de ser criança, pois elas estão aprendendo tudo mais cedo, inclusive erotizando-se precocemente. Como se isso representasse alguma vantagem lá na frente, quando estivessem competindo no mercado de trabalho. O que também é associado a ilusão de que o filho é especial por saber determinadas coisas tão novinho.
O desenvolvimento infantil acontece de modo uniforme nas diferentes esferas (emocional, social, intelectual) e mostrar precocidade em uma área não significa que a criança pode adaptar-se também nas demais.

QUANDO É RECOMENDÁVEL QUE A CRIANÇA SEJA ADIANTADA

Alguns critérios são apresentados  Na maioria  dos casos avalia-se a aceleração como recomendável quando o aluno é muito inteligente, emocionalmente estável, está adiantado nos conteúdos e deseja ser promovido. Os adultos – pais e professores – devem também estar de acordo.Freeman (1998, op.cit.)
Benito (1999) afirma, ainda a importância da aceleração em caráter habitual, Aponta como critérios uma inteligência superior, habilidades sociais e maturidade emocional adequadas, além de aptidões escolares compatíveis com a série para a qual o aluno deve ser encaminhado. A autora chama a atenção para o fato de
que, na maior parte das vezes, a mera aceleração não é suficiente, porque a situação
de desajuste tende a repetir-se nos anos subseqüentes, sugerindo a "compactação
prévia do currículo, para evitar as lacunas de conhecimento".

Fontes:

http://ombudsmae.blogspot.com.br/2009/05/criancas-adiantadas-na-escola.html